Breaking

Atriz da Globo vive união aberta, expõe trisal e escandaliza real com marido engravidando outra




Nesta segunda-feira (29), Fernanda Nobre, atriz da Globo, deu uma entrevista à coluna de Patrícia Kogut, publicada no jornal ‘O Globo’. A atriz, que inclusive participa da novela ‘Um Lugar ao Sol’, voltou a falar sobre seu relacionamento aberto que mantém com o marido, o diretor José Roberto Jardim. 

Fernanda Nobre contou que tem se tornado uma referência para as pessoas que querem fugir dos padrões tradicionais. “Mais do que tratar de relacionamento aberto, minha proposta é falar do lugar da mulher na sociedade sem escolher. A mulher fica repetindo padrões, que nesse caso é a monogamia, sem saber se é o que quer, porque desconhece que existem outras maneiras”, começou ela. E continuou:

 “A monogamia é hipócrita, principalmente nos relacionamentos heterossexuais. As pessoas passam pelo sofrimento da traição, da deslealdade. Isso é cultural. Existe um interesse do masculino para que se continue aceitando esse sistema. A gente pode mudar isso e criar novas formas de se relacionar”, afirmou a atriz.

MAIS SOBRE O ASSUNTO “É passo de formiguinha mesmo. Tem que haver um interesse em desconstruir isso. Eu achei difícil no começo e ainda acho. A cada experiência, um novo aprendizado.

 Eu e o José estamos em busca de um lugar de diálogo, de troca, de parceria, de generosidade com o outro”, comentou Fernanda Nobre em entrevista, dizendo que recebe muitas mensagens de mulheres, querendo abrir os relacionamentos.

 SOBRE A GRAVIDEZ FORA DO CASAMENTO

 Fernanda Nobre comentou sobre as restrições na relação entre ela e José Roberto. “A gente conversa sobre as milhões de possibilidades de se relacionar, mas não temos vontade de mudar. Gostamos de morar juntos, somos bem parceiros em casa. Então, a três, não tenho vontade” E comentou sobre a questão ‘filhos’ na relação. 

“Na minha concepção, engravidar outra mulher é inconcebível. É uma quebra grave do pacto de lealdade com meu companheiro. Cada casal tem o seu pacto, inclusive as pessoas que são monogâmicas. Mas a ideia que as pessoas tradicionalmente têm de traição costuma ser diferente da minha. O conceito de fidelidade é muito arraigado de moralidade. Eu prefiro falar em lealdade”, finalizou ela.